Desde 2015, os países determinaram a adoção da Agenda 2030, que conta com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS  para estruturar o planeta em condições plenas de prosperidade, bem-estar, meio-ambiente, visando superar a pobreza e precariedade humana, além de preparações para enfrentar as mudanças climáticas, num acordo
mundial que planeja atingir tais condições em 15 anos.

Os 17 ODS proporcionam as metas básicas e, embora exijam planejamento coletivo, voluntariado, estruturação, campanhas e iniciativas empresarias, públicas e privadas, há sempre maneiras simples em nosso cotidiano para
contribuir com a Agenda. Conheceremos alguns meios de implementar sustentabilidade e desenvolvimento global no dia a dia:

1 – Erradicação da pobreza
 Doação de roupas, agasalhos e alimentos;
 Contribuição financeira para campanhas de construção de
moradias e projetos de melhorias em comunidades.

2 – Erradicação da fome
 Recolhimento de alimentos não-perecíveis para doação;
 Evitar o desperdício, diariamente;
 Auxílio de refeições para pessoas em situações de rua.

3 – Saúde e bem-estar
 Doação de sangue;
 Práticas coletivas de exercícios ao ar livre, em parques e áreas
abertas.

4 – Educação de qualidade
 Doação de livros e materiais.

5 – Igualdade de gênero
 Denúncia a qualquer tipo de violência contra a mulher e estimular
vítimas a denunciar;
 Apoio às lutas e projetos em prol das mulheres;
 Se atentar a termos e expressões sexistas no cotidiano;
 Conscientizar amigos e parentes sobre o tema.

6 – Água potável e saneamento
 Doação de água potável a regiões com saneamento precário e
vítimas de acidentes e catástrofes;
 Evitar o desperdício de água potável, diariamente.

7 – Energia limpa e acessível
 Evitar gastos desnecessários de energia, uso consciente.

8 – Trabalho decente e crescimento econômico
 Frequentar bazares, feiras e iniciativas de pequenos produtores
da região, apoio ao comércio local;
 Denunciar casos de condições precárias de trabalho.

9 – Indústria, inovação e infraestrutura
 Dar apoio aos projetos inovadores da região, pesquisando e
comparecendo a palestras;
 Doação de tecnologias.

10 – Redução das desigualdades
 Denunciar casos de racismo e desigualdade em qualquer
ambiente, assegurar o direito à dignidade;
 Apoio a projetos inclusivos, ser receptivo e prestativo em
iniciativas que visam a igualdade em todas as áreas;
 Buscar auxiliar pessoas em condições de dificuldades físicas no
cotidiano.

11 – Cidades e comunidades sustentáveis
 Jogar lixo no lixo, respeitar o ambiente;
 Contribuir com a reciclagem;
 Realizar coleta seletiva em casa e no bairro;
 Orientar a vizinhança a não poluir o local;

12 – Consumo e produção responsáveis
 Buscar aproveitar a reciclagem no cotidiano;
 Evitar utilizar materiais nocivos ao meio ambiente, como canudos,
copos e embalagens de plástico;
 Planejamento consciente de consumo individual, buscar opções
sustentáveis de produtos.

13 – Ações contra a mudança global do clima
 Reforçar as ações das ODS 11 e 12;
 Uso consciente de energia e água;
 Evitar atividades que provoquem poluição do ar.

14 – Vida na água
 Reforçar a substituição de materiais plásticos, pois são
extremamente nocivos aos animais aquáticos.

15 – Vida terrestre
 Apoiar projetos que combatem a desertificação e estimulam a
arborização local;
 Criação de hortas e jardinagem;
 Participar de trilhas ecológicas.

16 – Paz, justiça e instituições eficazes
 Agir com ética, educação e sabedoria nos conflitos diários;
 Apoiar causas contra a violência;
 Ter empatia com o próximo;
 Promover a paz no trânsito.

17 – Parcerias e meios de implementação
 Divulgar os meios simples de contribuição aos ODS em seu
bairro, comunidade e vizinhança, conscientizar o próximo sobre a
causa;
 Dar o próximo passo: partir das ações simples do cotidiano às
ações de voluntariado, engajamento e divulgação, achar maneiras
de como fazer parte de um maior planejamento coletivo e
estruturado para o desenvolvimento global.

Das ações simples, é fácil avançar para um maior engajamento em prol dos ODS, existem diversas campanhas e programas de desenvolvimento sustentável para se voluntariar e muitas oportunidades de iniciar um novo projeto que abordaremos em futuras postagens.

 

Por: Giovani Buselli